Artigo

Indústria sustentável

Olavo Machado
203 - 01/11/2017

O caminho da sustentabilidade é opção definitiva da Fiemg, de seus sindicatos filiados e das empresas a eles associados no objetivo de, permanentemente, buscar o aumento de sua competitividade e, assim, conquistar mercados cada vez maiores em um mundo globalizado e de concorrência cada vez mais acirrada. Essa é uma estrada sem volta – uma estrada que nos leva, ao mesmo tempo, a bons resultados econômicos e à responsabilidade socioambiental.
Neste contexto realizamos, no último mês, o 11º Seminário internacional de sustentabilidade, em Belo Horizonte. O evento simboliza o esforço da indústria mineira em criar soluções inovadoras. Simboliza, igualmente, o entendimento de que é preciso criar ambientes e processos fabris capazes de produzir mais com menos recursos, menos resíduos e menos desperdícios. O tema central do seminário neste ano foi a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, lançada em 2015 pela ONU. O documento – um plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade – é compromisso de 193 países-membros da ONU, incluindo o Brasil.
Levar o desenvolvimento sustentável em suas três dimensões – econômica, social e ambiental – para nossas empresas significa construir a indústria do futuro. Esse trabalho faz parte de uma série de ações do Sistema Fiemg para promover a competitividade na economia mineira. Um bom exemplo é o Programa Minas Sustentável, criado em 2011 para apoiar, incentivar e orientar os empresários do estado a adotarem processos produtivos mais sustentáveis e eficientes. Outro exemplo é a mobilização Minas no caminho das águas, realizada pelo Sistema Fiemg – em parceria com o governo do estado, prefeitura de Belo Horizonte, Copasa, Cemig, Sistema Faemg, Minas Tênis Clube, Vale e Gerdau – como preparação da nossa indústria e da população para o Fórum Mundial da Água, que acontece em Brasília, em março do próximo ano.
A indústria mineira trabalha para que, todos juntos, possamos construir uma Minas forte em sua economia, justa e sustentável na distribuição dos frutos de seu crescimento.




Comentários