Coluna

Coluna do PCO

Paulo Cesar de Oliveira
207 - 05/03/2018

Foro íntimo, ou foro privilegiado?
Existem rumores de que o ministro Dias Toffoli irá liberar, até o fim do mês, o processo que analisa a restrição do foro privilegiado para conclusão do julgamento. O caso foi interrompido com um pedido de vista de Toffoli, quando a Corte já tinha formado maioria para restringir a prerrogativa de foro para crimes cometidos durante e em função do mandato, em julgamento realizado em novembro. Seria esse ato, absolutamente inútil e desnecessário, um caso de obstrução da justiça?
Zeca Ribeiro / Carol CoelhoVias de fato
Não convidem para a mesma mesa o deputado Luiz Fernando Faria (PP) e o ex-candidato ao governo, Dinis Pinheiro (PP), que tomou as dores de Alberto Pinto Coelho, destituído da presidência do partido por articulação de Faria – com o dedo de Aécio Neves. Tudo a favor de Rodrigo Pacheco (MDB).

Caminho certo
A irritação de Lula e Rodrigo Maia (DEM) com a decisão do presidente Michel Temer de fazer a intervenção na segurança do Rio de Janeiro, que entendem como ação eleitoral, sinaliza que ele está no caminho certo. Dono de uma rejeição recorde, Temer terá que trabalhar muito para convencer o eleitor.
Derrota Iminente
Uma das vantagens do presidente ao engavetar a reforma da Previdência, além de evitar derrota iminente, foi a de se ver livre das chantagens por vantagens e cargos no governo. Mesmo porque, passadas as eleições, a matéria deve ser votada sem a pressão do eleitor, garante o ex-ministro Roberto Brant.
Termômetro
Alguns setores funcionam como termômetro para mostrar que a economia retomou seu rumo.
A produção de ovos é uma delas. No ano passado, foram distribuídas 40 bilhões de unidades no Brasil. Para este ano, a previsão é a de crescimento de 5% a 6%. Minas Gerais representa 13% da produção nacional.

Sindicatos
O fim da cobrança do imposto sindical está sendo fatal para muitos sindicatos. Sem o recurso em caixa e sem a contribuição espontânea dos trabalhadores, muitos não têm como arcar com as despesas básicas.

Bancada da bola
O ministro do Esporte, Leonardo Picciani (MDB), cujo pai, presidente da Assembleia do Rio, está preso, nomeou o ex-deputado Gustavo Perrella para o cargo de secretário nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor. O jovem Perrella ficou famoso em todo o país após um helicóptero de sua empresa ser apreendido pela Polícia Federal com 445 kg de cocaína em 2013.
Antônio Cruz/ABRVagas disputadas
A possibilidade de o PT indicar Patrus Ananias para uma das duas vagas ao Senado, na chapa à reeleição do governador Fernando Pimentel, está causando desentendimentos no partido. Estão de olho na vaga os deputados federal Reginaldo Lopes, a estadual Marília Campos e até a ex-presidente Dilma Rousseff.

Igor CoelhoInvestimentos

Para que haja geração de empregos no país, o nível de investimentos no Brasil deve ser na ordem de 24% a 25% do PIB. Esse número hoje não chega a 15%. O ator desse investimento? Só pode ser o setor privado. A receita é do ex-secretário de estado e CEO de empresas como a Usiminas, Wilson Brumer.

Ironia do destino
A Emenda Constitucional 35, de 2001, que permitiu, após mais de um século, que políticos fossem investigados sem a autorização das respectivas casas legislativas, foi capitaneada pelo então presidente da Câmara, Deputado Federal Aécio Neves. Hoje ele é um dos investigados. Isso evidencia que a democracia está funcionando a pleno vapor. Até prova em contrário...

Manutenção de regalias
O ministro Ives Gandra Martins Filho, ex presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), quer trocar os benefícios a que os magistrados têm direito, como o auxílio-moradia, por um valor único pago como adicional por tempo de serviço. O mecanismo aumentaria o rendimento dos magistrados em 5% a cada cinco anos.




Comentários