Artigo

Fiemg, 85 anos

Olavo Machado
207 - 05/03/2018

O sonho de unir a indústria mineira para viabilizar o desenvolvimento, posto em prática pelos empresários Américo Renné Giannetti, Alvimar Carneiro de Rezende e Euvaldo Lodi, completa 85 anos. A criação da Fiemg, em 12 de fevereiro de 1933, foi o início de uma história transformadora, escrita por muitas mãos.
Na liderança de 7 sindicatos e de 25 empresas, os industriais definiram a missão da Fiemg: promover o desenvolvimento da indústria, atuando na defesa de seus interesses e também de Minas e do Brasil. Coesa, a entidade cresceu com fé, capaz de gerar negócios, empregos e atrair investimentos. Hoje, somos
139 sindicatos e mais de 64 mil indústrias.
Ao longo das décadas, a Fiemg participou de campanhas que resultaram em novas empresas e órgãos. É o caso da Mannesmann, da Usiminas, da Refinaria Gabriel Passos, do BDMG e da Fiat, cujo protocolo de intenções para implantação foi assinado na entidade, em 1973.
Nos últimos anos, escrevemos outros capítulos: a Escola Móvel Sesi/Senai, os programas de Competitividade Industrial e Regional, Futuros Engenheiros, Engenheiro Empreendedor, Minas Sustentável, Pró-Valor, o Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) Senai/Fiemg, o Fiemg Lab e o P7 Criativo, além de megaeventos, como o Minas Trend, o Minascon e o Superminas.
Os resultados nos inspiram a seguir. Nos últimos oito anos, formamos mais de 403 mil trabalhadores nas 83 unidades do Senai. No Sesi, registramos mais de 112 mil matrículas, em 38 escolas. Com a Escola Móvel, formamos 58 mil trabalhadores. Investimos também em inovação. Destinamos R$ 150 milhões ao CIT (em parceria com a CNI e com o BNDES), que integra o Sistema de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo, uma rede de 14 centros de pesquisa e desenvolvimento. Em Itajubá, estamos construindo o Instituto Senai de Inovação-Centro Empresarial de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Elétrica e Eletrônica, o maior complexo do setor da América Latina.
Nossa estrutura está e estará sempre a serviço de Minas. Com os mesmos objetivos que nortearam a fundação, trabalhamos para construir a indústria de hoje e do amanhã. 




Comentários