Artigo

Analisando as pesquisas

Wagner Gomes
207 - 05/03/2018

O eleitor brasileiro quer anular o voto em 2018. Esse cenário se agrava com a ausência do ex-presidente Lula no pleito presidencial, fazendo com que o contingente de indecisos atinja, atualmente, o recorde histórico. A falta de densidade eleitoral de alguns de nossos mendazes candidatos não elimina a expectativa de queda do cavalo daqueles que creem em renovação acentuada. Com o atual modelo de financiamento partidário, a troca de cadeiras, acreditem ou não, tende a ser ainda menor do que em anos anteriores.
A possibilidade de um embate direto de Ciro Gomes (PTB) com Jair Bolsonaro (PSC) fica eliminada por um raciocínio singelo, a ser explorado pelos marqueteiros de plantão: o viés machista de cada um evidenciaria a forte rejeição que ambos provocam no sexo feminino. Por outro lado, sem Lula no páreo, tende a ser afastado o perigo representado pelo voto em massa daquela classe que Collor, um dia, chamou de descamisada e pés descalços. Já que ninguém se empolga com Michel Temer, Geraldo Alckmin e Marina Silva, especula-se sobre a figura do outsider, que estaria sendo encarnada pelo Luciano Huck. Parece que é entendimento pacífico, de que, a essa altura, um nome fora do atual contexto teria muito pouco tempo para acontecer, razão pela qual João Doria tende a ser o maior beneficiário da saída de cena do apresentador da Globo.
Como a fábrica imoral de partidos, mantida com o aval do Supremo Tribunal Federal não aceita outsiders, um político com elevado potencial e fácil de ser trabalhado é o do nosso senador Antonio Anastasia. Ele se projetou, nacionalmente, no episódio do impedimento da presidente Dilma. Além de deter comprovada capacidade de gestão, alia sua competência e seriedade a uma extrema habilidade técnica, sendo, ainda, excelente debatedor.
Diante de tal convicção, imaginei como Lula e Dilma enxergariam essa hipótese, resultando a seguinte frase imaginária, que, assim, seria construída a quatro mãos: “nunca antes, na história deste país, o outsider esteve tão camuflado no meio dos insiders”. 




Comentários