Direito

Inteligência jurídica

Tecnologia de informação aumenta eficiência organizacional de escritórios de advocacia. Escritório Ferreira & Chagas é um dos pioneiros a implantar sistema no país
redação vb
200 - 04/08/2017

FOTOS  PEDRO VILELA  AGÊNCIA I 7A associação entre a tecnologia da informação e os cânones do direito é caminho sem volta. Acima da finalidade operacional, o uso habilidoso da TI possibilita estratégias mais precisas, ganho de produtividade, economia e, consequentemente, aumento nos ganhos, tanto para o escritório como para seus clientes. Para todos os efeitos, possibilita maior profissionalização da gestão advocatícia e da eficiência organizacional, deixando no passado as planilhas do Excel e livros de registro.


Foi o que constatou o escritório Ferreira e Chagas Advogados, uma das mais qualificadas bancas do país e a maior de Minas, com sede em um prédio de nove andares em Lourdes e filiais em outros nove estados. Especializada em contencioso de grandes volumes, com expertise em direito empresarial, bancário, civil, trabalhista e administrativo, a Ferreira e Chagas Advogados tem investido, nos últimos meses, na implantação de um sistema de inteligência artificial, que pode ser acessado em celulares, tablets, computador e smart TV. “Claro e evidente que um sistema desse nível de inteligência artifical somente pode ser desenvolvido em razão da carteira da Ferreira e Chagas Advogados, que conseguiu armazenar um número de informações capaz de direcionar a melhor estratégia jurídica para o cliente, levando-se em conta, em especial, o posicionamento histórico do juízo ou Tribunal local”, descreve o advogado e sócio-fundador Fernando Fraga Ferreira.


O mapeamento acontece cliente a cliente e facilita o gerenciamento eletrônico de processos e documentos, além de permitir acesso a consultas e gráficos e integrar tribunais e publicações judiciais. Todo esse investimento tem facilitado a gestão das quase mil audiências diárias – 300 só em Minas – e 450 mil ações simultâneas que correm no escritório, que já tem 26 anos de atividade. Com base no histórico de informações, que inclui posicionamento jurisprudencial, parâmetros das condenações, posicionamento de juízos e tribunais, dentre outras, a equipe de mais de 900 advogados tem mais know how para tomar as melhores medidas jurídicas e estratégicas em cada praça, em cada juízo e em cada caso específico. “Ao agir preventivamente, ganhamos em escala e diminuímos o custo dos clientes. É essencial para estabelecer orçamentos e políticas empresariais”, relata Ferreira.


divulgaçãoOs clientes do escritório incluem algumas das maiores empresas do país. Os executivos dessas organizações também podem acompanhar, com antecedência, todos os parâmetros em tempo real e ser parceiros na gestão. “Um caso interessante é o de um cliente que, por meio das informações catalogadas no sistema, preferiu investir em um estado diferente ao que havia planejado, pois percebeu que a jurisprudência local o favorecia mais”, diz Vinícius Barros Rezende, um dos oito sócios.Por ser customizado, o sistema tem sido implantado paulatinamente. A expectativa é que, até o fim do ano, esteja disponível para a cartela de aproximadamente 50 grandes clientes.




Comentários